homem falando com mulher na balada
Simples Técnica Para Falar Mais Alto na Balada
agosto 16, 2017
mulher rejeitando homem
Aprenda a lidar com a rejeição e eleve seu jogo a outro nível
setembro 9, 2017
Exibir tudo

Como o Tinder Está Destruindo Suas Habilidades Sociais e Repelindo as Mulheres de Você

homem e mulher no celular na mesa

Durante a minha caminhada e experiência de vários anos como coach de relacionamentos, tenho notado uma queixa bastante comum.

“Fernando, eu até consigo manter uma conversa com uma garota pelo Tinder, marcar um encontro, mas na hora em que estamos conversando frente a frente a coisa não flui muito bem”.

Se isso acontece com você, provavelmente você esteja precisando deixar o Tinder um pouco de lado e desenvolver mais suas habilidades sociais.

Como seu jogo está sendo afetado pelo Tinder

A proposta de um aplicativo de paquera pode parecer inocente e muito fácil.

Afinal, é muito cômodo ficar em casa de pijama com o celular em vez de ir em um bar ou em uma festa conhecer mulher interessante.

Com estes aplicativos você não precisa:

  • Abordar uma mulher;
  • Demonstrar interesse;
  • Lidar com a rejeição;
  • Passar nos testes que a mulher impõe;
  • Terminar uma relação.

Você simplesmente vai observando os perfis que lhe agradam, vai formando as combinações e no mesmo instante já inicia uma conversa com a garota.

O maior problema dos aplicativos de paquera é justamente essa comodidade que leva você a zona de conforto que atrofia (ou “enferruja”) suas habilidades sociais.

É fácil se acostumar com qualquer tipo de praticidade, afinal, ninguém quer ter trabalho desnecessário.

Mas tenha cuidado, porque é nos expondo às situações e tendo chance de vivê-las que aprendemos a agir dentro desses contextos sociais. É por meio de experiências sociais que adquirimos repertório para interagir nesses contextos.

É muito difícil terminar alguma coisa pessoalmente.

Ninguém vira as costas e deixa uma pessoa falando sozinha do nada. Ninguém que está na mesma sala que você se recusa a olhar na sua direção.

Já nos aplicativos é deletar, bloquear ou nunca mais responder, como se de repente a mulher deixasse de existir. É a prática do ghosting (parar de responder as mensagens).

É preciso aceitar que cada vez mais vivemos numa era de preguiça e comodidade, estes aplicativos nada mais são do que um reflexo dessa geração e não a sua causa.

Uma geração que até evitar fazer trabalhos em grupo na faculdade e tem dificuldade em lidar com equipes em uma empresa por falta de habilidades sociais e interpessoais.

Então, o homem cria uma certa habilidade com o Tinder e com o jogo do texto, mas quando está numa interação real, cara a cara com a mulher, ele acaba não sabendo lidar muito bem com a situação.

Portanto, neste momento a garota acaba desistindo do cara por falta de atitude e competência em uma interação real.

Por que os aplicativos de relacionamentos prejudicam o seu jogo?

Podemos citar muitas desvantagens do jogo do texto em detrimento de uma interação real, sendo eles:

Zona de conforto

Como nos aplicativos de relacionamentos existe uma facilidade e comodidade muito grande em iniciar uma conversa com uma garota, você não aprende a lidar com a sua ansiedade de aproximação, que com certeza vai aparecer quando você estiver em um encontro com ela.

Também tem a facilidade de não sair de casa e “colocar a cara a tapa”, abordando garotas na balada ou no dia a dia para desenvolver suas habilidades sociais.

Falta de improviso

Quando estamos conversando no Whatsapp, ou em qualquer outro aplicativo, não precisamos dar uma resposta de imediato, temos uma grande janela de tempo em que podemos responder, mas em um encontro ou numa balada PRECISAMOS ter um bom improviso.

Afinal, você não pode ficar 1 minuto pensando no que vai falar com a garota quando você estiver na balada.

Dependência

Alguns homens ficam tão dependentes dos aplicativos que criam uma crença limitante de que só são capazes de abordar e conquistar mulheres usando o aplicativo.

Dificuldade na escalação física

É muito óbvio perceber que não é possível usar escalação física nos aplicativos. Então, quando chega o momento de tocar a mulher, o homem cria uma resistência muito grande e uma falta de fluidez nos movimentos por causa da falta de prática constante.

Importância de sair para fazer amigos e conhecer mulheres

 

Como diz aquele velho ditado, “a prática leva a perfeição”.

Então, sair periodicamente para abordar garotas numa balada, ou até mesmo na sua rotina, vai melhorar muito o seu jogo, sua capacidade de improviso aumenta drasticamente, junto da capacidade de lidar com suas emoções.

Se você sofre de ansiedade de aproximação, garanto que fazer uma abordagem fria (com mulher desconhecida) diariamente vai fazer com que em pouco tempo sua ansiedade se torne praticamente nula.

Sua capacidade de socialização também vai te ajudar em outras áreas da vida, principalmente a profissional, tornando tudo muito mais fácil, diminuindo sua ansiedade em entrevistas de emprego e aumentando capacidade de lidar com reuniões e colegas de trabalho.

O que é um bootcamp e como ele pode te ajudar

Nós da PUA Training sabemos o quanto é difícil superar a zona de conforto após vários anos praticamente submerso nela, principalmente quando você possui ansiedade de aproximação.

Agora, já imaginou se você pudesse aprender na prática como abordar e conquistar uma mulher, conseguindo um beijo ou até a levando para sua casa?

E tudo isso com a supervisão de um instrutor altamente treinado?

Acredite, isso é possível.

Um bootcamp é um treinamento prático onde, inicialmente, são passadas algumas teorias sobre: abordagem de mulheres desconhecidas, técnicas de conversão, conceitos de linguagem corporal e outras habilidades de conquista.

Depois de uma breve aula teórica, um instrutor estará junto com você auxiliando em suas abordagens na balada e no dia a dia, dizendo onde você precisa melhorar e corrigir durante suas interações, tornando sua evolução muito mais rápida.

Nos bootcamps da PUA training já presenciamos muitos alunos que evoluíram suas habilidades de sedução muito rápido durante 3 dias.

Afinal tudo fica mais fácil quando temos alguém para nos orientar.

Dessa forma, podemos transformar 1 ano de experiência de tentativa e erro, por apenas 3 dias de prática orientada com feedback.

Que tal conhecer a nossa agenda de bootcamps e participar de um dos nossos treinamentos? Não perca essa oportunidade e conheça nossos treinamentos ao redor do Brasil clicando aqui.

3 Comments

  1. Thiago disse:

    Fala Fernando, ótimo texto. Muito obrigado por compartilhar. Gostaria até mesmo de compartilhar algo que tenho percebido também… algumas mulheres têm utilizado o happn/tinder apenas para descobrir se o cara tem o aplicativo… elas criam um perfil sem foto e verificam durante o encontro se o date delas está ali (uma vez que o aplicativo mostra quem está perto).

    Ou seja, o tinder pode atrapalhar na conquista de mulheres muito bonitas e seguras que não utilizam essas ferramentas para arrumar homem.

  2. Junior disse:

    Ótima matéria!
    Compreendi teu ponto de vista. Mas nao podemos esquecer da parcela de pessoas que são tímidas e introvertidas (meu caso), essas se sentem como um peixe fora d’água em baladas ainda mais q normalmente não gosto das músicas e muito menos de dança-las, aí o tinder acaba ajudando a conhecer mulheres, pois marco o encontro num ambiente em que ambos sintam-se confortaveis assim as coisas fluem mais natural pra mim. Talvez no bootcamp vcs consigam fazer com q esse tipo de caras como eu passem a curtir baladas e gostar de lugares mais agitados, neste caso pode desconsiderar o que eu falei. Quanto aos encontros sempre consigo conversar bem, criar conforto, fazer elas sorrirem, mas confesso que quando a guria tem tudo que eu gosto, daquelas que adoraria não só ficar sabe, eu acabo conversando, conversando, o que gera conforto demais e consequentemente caindo na frendzone, já se a guria é +- me sinto confiante e passo pelo conforto, crio atração e parto pro beijo em poucos minutos, durante o trailer do filme ou num passeio no parque, por exemplo.
    Desculpe pelo textao, me identifiquei com a matéria e quis te dar meu feedback. Abraço

    • Não é errado você usar de vez em quando, o problema é que pelo visto você ficou dependente. O Bootcamp não é só para baladas e também ensina fazer abordagens durante o dia a dia, além de evitar cair na zona de amizade por gerar conforto demais na conversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *